FacebookTwitteryoutubeSlideshareAPP
Get flash player to play to this file
FACEBOOK
NEWSLETTER

Remover e-mail da newsleter:

DESTAQUES

Sede da APFF - Porto da Figueira da Foz

Sobrevoando o Porto da Figueira da Foz #3

Sobrevoando o Porto da Figueira da Foz #2

Porto da Figueira da Foz em movimento #1

Porto da Figueira da Foz em movimento #2

Porto da Figueira da Foz #Crepúsculo [VÍDEO-FOTO]

Inauguração do Prolongamento do Molhe Norte do Porto da Figueira da Foz (5)

Regata dos Portos do Centro 2011 - Figueira da Foz (2)

Assinatura do contrato de concessão dos Estaleiros Navais do Mondego - José Luís Cacho

Dia Mundial do Mar na Figueira da Foz - 2010 (6)


METEO
Tempo Figueira da Foz
TWITTER
LINKS




FOTOS

 Vista aérea da Marina

Vista aérea da Marina
SLIDESHOW



FIGUEIRA DA FOZ
Obras para melhorar o porto, a acessibilidade e segurança marítimas

 Com o estudo de impacto ambiental efectuado e a aguardar “luz verde”, o ano de 2020 poderá ser fundamental para o Porto da Figueira da Foz. O projecto da Administração do Porto (APFF) e da Comunidade Portuária (CP) foi submetido ao programa “Compete”, com um valor de quase 19 milhões de euros. Prevê investimentos «não só no aumento das condições de acessibilidade e aprofundamento do canal de navegação (passando dos 6,5 metros de calado para os 8 e de navios até 120 metros de comprimento para os 140), mas também nas bacias de manobra» e ainda em terra, com um «conjunto de obras nas infra-estruturas ligadas à adaptação do cais comercial e um reforço em toda a sua extensão, permitindo uma melhor atracação do novo escalão de navios preconizados pelo projecto». Ou seja, «para os operadores é uma boa notícia, porque a forma de melhor rentabilizarem as suas operações, estará alicerçada neste projecto».

A convicção é da Presidente do Conselho de Administração do Porto de Aveiro e Figueira da Foz, que sublinha que o protocolo foi assinado em Setembro, que o financiamento comunitário (POSEUR) cobrirá 75% do investimento e a restante verba será comparticipada pela APFF, pela Comunidade Portuária e pelos operadores. «É uma parceria em que há uma alavancagem substancial da nossa parte e um compromisso de investimento da parte dos operadores», adianta Fátima Lopes Alves, frisando que o projecto prevê dragagens (a retirada de três milhões de metros cúbicos de areia), o aprofundamento do canal e da bacia de manobras e o reforço das plataformas do cais».

mais detalhes




Data: 2019-11-01

feed
mapa