FacebookTwitteryoutubeSlideshareAPP
Get flash player to play to this file
FACEBOOK
NEWSLETTER

Remover e-mail da newsleter:

DESTAQUES

Sede da APFF - Porto da Figueira da Foz

Sobrevoando o Porto da Figueira da Foz #3

Sobrevoando o Porto da Figueira da Foz #2

Porto da Figueira da Foz em movimento #1

Porto da Figueira da Foz em movimento #2

Porto da Figueira da Foz #Crepúsculo [VÍDEO-FOTO]

Inauguração do Prolongamento do Molhe Norte do Porto da Figueira da Foz (5)

Regata dos Portos do Centro 2011 - Figueira da Foz (2)

Assinatura do contrato de concessão dos Estaleiros Navais do Mondego - José Luís Cacho

Dia Mundial do Mar na Figueira da Foz - 2010 (6)


METEO
Tempo Figueira da Foz
TWITTER
LINKS




FOTOS

 Vista aérea da Marina

Vista aérea da Marina
SLIDESHOW



ODISSEIAS DOS PORTUGUESES NA PESCA DO BACALHAU
«Nos mares da memória» seleccionado para o Festival de Cinema da Figueira da Foz

Sete meses depois de ter sido lançado, e após várias apresentações ao público um pouco por todo o país e também além-fronteiras – nomeadamente em Toronto, no Canadá -, o filme “Nos mares da memória – estórias de uma faina maior”, que descreve as odisseias dos portugueses na pesca do bacalhau, acaba de obter mais um reconhecimento público.

O documentário, realizado por Rui Bela e com guião de Senos da Fonseca, está entre os finalistas do Festival Internacional de Cinema da Figueira da Foz. “Ter sido seleccionado entre um total de 4.804 filmes já é um sinal muito positivo”, destaca o realizador ilhavense, a propósito da avaliação que “Nos mares da memória” já conseguiu merecer por parte do júri do festival que irá decorrer entre os dias 29 de Agosto e 4 de Setembro.

Este reconhecimento surge já depois de o filme, com 66 minutos, ter esgotado vários auditórios: desde o Teatro Municipal Sá de Miranda (Viana do Castelo), Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz, Escola Náutica Infante D. Henrique (Lisboa) até ao Real Canadian Portuguese Historical Museum (Toronto, Canadá), sem esquecer a sessão de estreia, a 11 de Dezembro do ano passado, no Museu Marítimo de Ílhavo. A ideia de avançar com este documentário nasceu em 2015.

“O capitão Valdemar Aveiro fez uma sessão de apresentação de um dos seus livros na Galiza, Espanha, e pediu a colaboração do engenheiro Senos da Fonseca, que, por sua vez, decidiu chamar-me a colaborar. Preparei, para essa sessão de lançamento, um pequeno documentário de 10 minutos mas a verdade é que isso acabou por ser a motivação para eu levar para a frente aquilo que sempre quis fazer: um documentário sobre a pesca do bacalhau”, introduz Rui Bela.

Da ideia à concretização do projecto não tardou muito. “Incumbi o engenheiro Senos da Fonseca de tratar do guião, comecei a pesquisar no meu espólio de imagens e a pedir a colaboração de particulares que têm colecções fantásticas de imagens sobre a pesca do bacalhau”, prossegue o realizador ilhavense.

fonte




Data: 2016-08-16

feed
mapa
Publicidade